Feeds:
Posts
Comentários

exame-forum-sustentabilidade-capaAgenda  : Revista Exame – Fórum de sustentabilidade

Inscrições:            Mobilidade Urbana

na moral

Veja vídeo:  Programa na Moral

Zona-Verde-Debate-Público

Header-1

Comunidade Internacional de Mobilidade Urbana vai se reunir de 1 a 30 setembro de 2013 na cidade de  Suwon, Coreia do Sul , para discutir a  ecomobilidade, o futuro das cidades, desenvolvimento urbano e bairros orientados para as pessoas.

Saiba mais:  EcoMobility world Festival 2013

 

Ultima semana para Inscrição na Missão Internacional  Medellín / Mogota
Saída dia 01 a 04 de maio de 2013.
Perfil de participantes : Prefeitos, Secretários e autoridades de trânsito e transportes

 

 

brt2013 brt20131

 

 

 

 

 

MOBILIDADE URBANA

a_medellin18 a_medellin1

A cidade tem sido nos últimos anos  a estrela mundial do desenvolvimento urbano e social atrelado a um excelente plano de Mobilidade Urbano, estes fatores contribuíram para a melhoria dos indicadores da cidade. Recentemente o Jornal New York Times destacou sua política de renovação urbana, em particular o programa do Metrô de Medellín, a integração modal e como o sistema de transportes tem levado desenvolvimento para os bairros.

A Cidade de Medellín  na Colômbia  desenvolveu um Plano de Mobilidade  em 2008 projetando as demandas da cidade para 2020/30 e anunciou na época  investimentos na ordem de US$ 1 bilhão  até 2011 , parte do orçamento era do fundo Municipal e o restante veio de verbas federais.

Mobilidade  Urbana para os gestores de Medellín significa “pessoas em movimento” . Esse foi o foco de todo o Plano de Mobilidade estratégica de Medellín.

O plano era composto de  cinco pilares estratégicos: transporte público, estrada, , trânsito, meio ambiente desenvolvimento social e cultura cidadã.

A prioridade básica do Plano de mobilidade estratégico era mover as pessoas através de diferentes modos de transporte. A maior parte do investimento foi concentrado em projetos para pedestres, transportes públicos, transportes não motorizados e educação cidadã

Os 5 Pilares do plano de Mobilidade Urbana da Cidade de Medellín

1- Sistema Integrado de transportes VASIT

O primeiro pilar é o transporte  público e a sua essência é a consolidação d o VA SIT (Sistema Integrado de Transportes no Vale do Aburrá), que realiza a integração física, operacional e de preços dos meios de transporte públicos, como metrô, Metroplus e as rotas secundárias no Vale do Aburrá, para ser um meio de transporte ágil, confortável, eficiente, econômico e seguro. A melhoria na utilização de espaço público e a mobilidade, para mitigar os impactos ambientais e sociais em geral. E, finalmente, melhorar a acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida na cidade.

2 – Estradas
O segundo pilar são as estradas,  a ideia era melhorar as conexões com a área urbana, ou seja melhorando condições de acessibilidade urbana, regional e principalmente a de pedestres em geral. A nível nacional é melhorar a ligação à região do oeste, leste e Rio Sistema Viário. Na urbano e metropolitano, a Administração construiu  duas pontes (Rua 9394 Sur e Calle 4 com o rio Medellín) e a extensão de uma estrada (a 33 com a Exposição), que irá melhorar a mobilidade, construção do anel de integração urbana, o novo acesso para o noroeste, o Metropolitan longitudinal, ligando o leste – oeste na aldeia e melhorar a circulação na transversal superior e inferior. Ele também procura melhorar a conectividade dos bairros com a área urbana da cidade e construção de ligações pedonais e novas ciclovias.

3 – Trânsito
O terceiro pilar é o trânsito: a eficácia na resposta e no controle. Melhorar
a eficiência na rede de estradas e vias e em reação a situações inesperadas, para melhorar mobilidade, através da criação de uma central de monitorização e controle de operação do sistema viário, a consolidação de um laboratório para a mobilidade urbana , fortalecimento da estrutura de controle do Ministério de Transportes e Trânsito e avaliação e gestão da rede rodoviária na cidade.

4 – Meio Ambiente

Outro componente é o ambiente, que visa melhorar a qualidade do ar cidade de medellín. Ou seja, menores taxas de poluição de ar emissões de fontes móveis através de mudanças tecnológicas no sistema Transporte público e privado e de melhor qualidade de combustível. Estas ações serão implementadas através de um programa de prevenção, controle e mitigação impactos dos poluentes do ar para reduzir a poluição do ar na área municipal, em associação com o sector dos transportes. Os esforços também para melhorar a gestão ambiental para o uso e circulação de motocicletas. Ações de  monitoramento e controle da qualidade do ar e de aplicação na educação e consciência de outras formas de mobilidade.

5 – Cultura Cidadã
O quinto componente é a cultura cívica, que é o cumprimento voluntário
regras de comportamento no espaço público. A administração pretende transformar o valores, atitudes e comportamentos dos cidadãos sobre a mobilidade de um visão individualista que justifica não-cumprimento, a uma consciência de responsabilidade coletiva, a importância do respeito e respeito pela vida, para reduzir os acidentes e vítimas de acidentes de trânsito. Três ações realizadas através de  intervenções no  espaço público para chamar a atenção para a transformação de atitudes e comportamentos para melhorar a mobilidade e segurança rodoviária. Realizando uma campanha através da mídia e os pactos de cidadãos.

Delegação Técnica de Mobilidade Urbana

Chefiaremos uma nova Missão Técnica para Medellin, maiores detalhes contato@greenmobility.com.br

a_medellin51

Green mobility com  Metro de Medellín

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.065 outros seguidores