Feeds:
Posts
Comentários

logoemds
O evento é promovido pela FNP ( Frente Nacional dos Prefeitos) em Brasília nesta 4ª feira as 15:45

Mesa D – Cidades para as pessoas: calçadas, travessias, acessibilidade e o incentivo à inserção da bicicleta no sistema viário

08/04 – 15h45 às 17h30Local: Sala 13

O modelo urbano ideal de cidade requer mais do que um transporte público eficiente. O uso indiscriminado do automóvel cresceu ao lado da precariedade das calçadas, o que configura uma redução dos espaços públicos para as pessoas. Como melhorar as calçadas para o principal meio de locomoção: andar a pé? Como incentivar a bicicleta como alternativa de transporte, inserindo-a no sistema urbano com segurança e eficiência? Quais as experiências e resultados visíveis?

cmpu1

O Instituto Mobilidade Verde apresentou candidatura única, dentro das regras e prazos determinado pela comissão de eleição  do Conselho Municipal de Políticas Urbanas em seu segmento e foi automaticamente homologada como um dos membros. O CMPU, Conselho Municipal de Política Urbana será composto por 60 membros da sociedade, sua  função é acompanhar a formulação e implementação da política de desenvolvimento urbano da cidade de São Paulo,  tais como os recursos do FUNDURB, Plano Diretor Estratégico, Planos de Bairro, Projetos de Lei, AJU/ OUC, Programa de metas Etc… O Instituto Mobilidade Verde defende a criação de espaços públicos mais humanos e sustentáveis na cidade de São Paulo.

Saiba mais sobre a CMPU

cmpu

 

a_engajamento_suri8 a_engajamento_suri15O restaurante Suri, um dos parceiros do projeto emprestou suas mesas e cadeiras  que foram colocadas na rua, no lugar de um carro e  foi assim que iniciamos hoje a primeira oficina de parklet participativo da rua Mateus Grou no bairro de pinheiros, para escutar e desehar juntos o que a comunidade espera de um Parklet na região, o encontro    contou com a partipação de moradores, transeuntes, comércio local, crianças, associação de moradores, ONG entre outras partes interessadas.  A idéia foi contar um pouco sobre  nossa experiência com os Parklets, sua função na rua, no bairro e na cidade, o parklet é um ponto de partida para que a população possa  ocupar as ruas, uma oportunidade para criar áreas de convivência, locais mais humanizados  e buscar ou descobrir através do encontro a vocação do bairro e expandir para a rua. Foram discutidos não apenas o que o parklet deveria ter, mas como deveria funcionar, várias idéias foram surgindo desde um palco para atrações, biblioteca Latinoamericana, espaço para cachorros, crianças, bicicletas,  agenda de atividades, ponto de encontro para discutir até mesmo o zoneamento e as transformações que o bairro vai passar por estar num dos eixos de transportes da cidade, ao lado de uma ciclovia e uma nova estação de metrô ( Fradique Coutinho) que acaba de ser inaugurada e que vai impactar muito o bairro. Estaremos recebendo mais informações ao longo da semana, inclusive pesquisando as narrativas locais para incorporar no projeto.

a_engajamento_suri3 a_engajamento_suri12 a_engajamento_suri7

É imporante fazer a oficina no espaço onde será realizado o parklet, para que os vizinhos e outros moradores fiquem curiosos com  o que esta acontecendo por ali… é de fato a primeira ocupação do espaço. O chamado foi realizado através da reunião da associação dos moradores da Mateus Grou.

a_engajamento_suri18 a_engajamento_suri22 a_engajamento_suri2 a_engajamento_suri17a_engajamento_suri16 a_engajamento_suri11 a_engajamento_suri6

caminhabilidade4

há 3 semanas estamos estimulando empresas, escritórios de design, start Ups, áreas de marketing para trabalharem em pequenas estações de trabalho em áreas estratégicas da cidade, o objetivo é criar projetos experimentais que possibilitem pequenas e  grandes empresas a criarem HUBS,  pequenas estações de trabalho com internet, em espaços públicos   compartilhados em diversos pontos da cidade para que as pessoas possam  ter acesso ao trabalho a pé ou de bicicleta.  Além disso, queremos estimular o trabalho ao ar livre, mais informal e mais criativo para que as pessoas possam criar ambientes compartilhados que estimulam o convívio e prezem o bem estar e qualidade de vida.  Uma forma de encurtar as distâncias, reduzir a dependência pelo carro e incentivar o transporte mais ativo. O Instituto Mobilidade Verde quer estimular o desenvolvimento de HUBs  gratuitos em áreas públicas da cidade.

 

 

exame-forum-sustentabilidade-capaAgenda  : Revista Exame – Fórum de sustentabilidade

Inscrições:            Mobilidade Urbana

na moral

Veja vídeo:  Programa na Moral

Zona-Verde-Debate-Público

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.581 outros seguidores